domingo, 18 de outubro de 2009

Semana de GP Brasil – Post 2

O que acontece com os pilotos brasileiros em Interlagos?

Começo o texto com essa duvida antes mesmo de dizer boa noite a todos pois, é algo que realmente me intriga.

Sem tirar o brilho de nenhum piloto brasileiro em questão, mas de acordo com minha memória referente a F1 moderna, desde 2006, todos os GPs Brasil são dominados por nossos pilotos e isso é maravilhoso.

Em 2006, foi Felipe Massa que em seu ano de estréia na Ferrari, largou na pole e dominou a corrida do inicio ao fim. Foi algo emocionante de ver, uma corrida perfeita e ao final, o tema da vitória me fez ter calafrios de emoção com direito a choro por lembranças do nosso eterno Ayrton Senna pois antes de Massa, o ultimo brasileiro a vencer por aqui foi nosso grande herói.

Em 2007, novo domínio de Felipe Massa nos treinos e na corrida porém, em um jogo de equipe muito justo, Felipe cedeu sua posição para Kimi Raikkonen ser campeão do mundo. Assim como no ano anterior, Felipe dominou a corrida do começo ao fim e salvo engano, também fez a volta mais rápida.

Em 2008 não foi diferente porem com disputa do titulo envolvendo Felipe Massa. Assim como nos anos anteriores, Felipe dominou os treinos e a corrida vencendo de ponta a ponta e ficando com o titulo por alguns 30 segundos. Após isso, Hamilton conseguiu os pontos necessarios e sagrou-se o Campeão Mundial mais jovem da F1.

Há de se pensar então que o domínio até aqui não foi de pilotos brasileiros e sim de Felipe Massa. Até 2008 eu concordo, mas o que explica o que aconteceu hoje com Rubens Barrichello durante o treino classificatório?

Rubens Barrichello hoje fez um Q3 (Sim, apenas a ultima parte! Não vou aumentar a verdade como certos narradores!) sensacional! Em um território em que é fato que a Red Bull domina (leia-se: Tempo Frio!), Rubens conseguiu a sua primeira pole position do ano e justamente em Interlagos, onde creio eu, lugar que traz algo a mais aos nosso pilotos.

O publico em Interlagos é fantastico! A diferença pros demais autódromos da pra sentir pela televisão e com certeza, sentirei mais ainda quando estiver na arquibancada.

O treino começou debaixo de muita água! Chuva intensa atrapalhou até pilotos que são reconhecidos por suas grandes habilidades de andar na chuva.

Logo no inicio do Q1, Fisichella deixouo motor de sua Ferrari morrer na saída do S do Senna provocando a primeira interrupção, mas até então, apenas para remoção do carro, porem essa se transformou em uma pausa maior do que a prevista devido as condições da pista prejudicadas pela chuva.

Após o reinicio, grandes surpresas nos “degolados” pois, com a condição na pista pior, poucos conseguiram melhorar os tempos e, nesse caso, contou bastante a estratégia envolvendo o momento certo para saída do box.

Para mim, as duas maiores surpresas no Q1, foram a eliminação de Vettel e Hamilton. O primeiro por disputar o titulo e o segundo, por andar bem na chuva e por contar com um carro da McLaren que evoluiu muito e pode ser considerado hoje um dos melhores do grid.

Muitos erraram e poucos acertaram e por isso, o Q1 terminou com a eliminação dos seguintes pilotos:
- Sebastian Vettel (Red Bull) que largara em 16º, Heikki Kovalainen e Lewis Hamilton (Ambos de McLaren) que sairão de 17º e 18º respectivamente, Nick Heidfeld (BMW) largando em 19º, porém para esse não há nenhuma surpresa e Giancarlo Fisichella (Ferrari), fechando o grid em 20º.

Em seguida fomos para o Q2 com mais chuva e nova paralisação devido a grande, porém leve, batida de Vitantonio Liuzzi com sua Force India ao final da reta principal. Essa batida causou uma grande interrupção que, assim como a de Fisichella, era apenas para retirada do [resto] carro da pista mas que foi alongada devido as chuvas fortes que voltaram a cair.

Ao recomeçar o Q2 tivemos novas grandes surpresas com, novamente, bons pilotos sendo degolados.

Destaque para a eliminação de Jenson Button que, além de ser o maior favorito ao titulo, tinha grandes chances de eliminar a concorrência aqui mesmo no Brasil.

Jenson não se acertou com seu carro no Q2 pois, segundo o próprio, fizeram ajustes nas configurações e o carro começou a sair de traseira. Essa alteração nas configurações foi uma tentativa de corrigir o problema do Q1, quando o carro saia de frente. Péssima situação vive o inglês pois, largando no pelotão intermediário, corre grande risco de ser atropelado por algum outro piloto nos primeiros metros, principalmente se a corrida começar com chuva.

Os eliminados do Q2 foram:
- Kamui Kobayashi (Toyota) que faz sua estréia na F1, largara em 11º, Jaime Alguersuari (Toro Rosso) largando em 12º sendo, salvo engano, sua melhor posição de largada até aqui, Romain Grosjean (Renault) sairá em 13º mas confesso que pensava que seria pior, Jenson Button (BrawnGP) que vê suas chances de ser campeão diminuírem conforme sua 14ª posição na largada e Vitantonio Liuzzi (Force India) saindo da 15ª posição após bater e nem participar do Q2.

Chegamos ao esperado Q3 após muito atraso (já eram passadas 16h quando chegamos a essa parte do treino) porém, marcando o inicio da sorte de Rubens Barrichello pois escapou da degola do Q2 por pouco quando fez o décimo tempo.

Mas escapar por pouco é o mesmo que escapar e no Q3, a história já era outra. Rubens foi leve para a pista para arriscar tudo para conseguir a melhor posição de largada possivel já que seus adversários não estariam por perto.

A Williams começou melhor o treino dando pinta que, finalmente, Nico Rosberg faria sua primeira pole position. Domínio interrompido quando definiu-se os favoritos a pole: Barrichello e Webber.

Foi uma troca constante na primeira colocação do grid até os segundos finais do treino quando Rubens encaixou uma volta perfeita e Webber não conseguiu baixar seu tempo.

Toda a torcida brasileira que ficou debaixo de chuva para ver o treino até o seu final, vibrou muito com o resultado final e Rubens Barrichello mais ainda, pois sabia que suas chances de titulo aumentaram e muito com essa situação de largada.

Seguido de Rubens Barrichello veio Mark Webber e em terceiro, nova ótima surpresa com Adrian Sutil da Force India. Em quarto, Jarno Trulli com a Toyota, quinta colocação para Kimi Raikkonen da Ferrari, o aniversariante do dia e Sebastian Buemi de Toro Rosso sendo outra grande surpresa, fechando os 6 primeiros do grid de largada.

Após o treino, tudo mudou!

Button continua sendo o grande favorito ao titulo, mas dependendo do resultado da corrida de domingo, esse cenário poderá mudar. Não nos números, mas no psicológico uma vez que Button não poderá sair daqui fora da primeira posição do campeonato, mas poderá ver sua grande diferença desaparecer em uma prova que esta a cara de Barrichello.

Caso Rubens vença, e devido as suas performances do meio da temporada até aqui serem sempre melhores que as de Button, passara a ser o grande favorito ao titulo e, nesse caso, eu acredito mais no titulo de Rubens do que no titulo de Button.

E vocês?

Separei algumas fotos que, pra mim, mostram bem o que aconteceu hoje em Interlagos.

Obrigado pela companhia e muita velocidade a todos.

Até domingo com os comentários da corrida que tem tudo pra ser a melhor da temporada.


0,,27907527-EXH,00
As ações promocionais do GP Brasil me encantam. Por que será?

BRASIL - FORMULA UNO - GP BRASIL
Assim começou o dia em Interlagos. Chuva demais é pouco.

grosjeantreino3
E Grosjean não poderia começar o dia sem fazer algo típico. Esta ai o estrago. Sorte que deu tempo de arrumar pro treino oficial.

BRASIL - FORMULA UNO
Lewis Hamilton tentou, mas não conseguiu passar do Q1. Começo a duvidar se ele gosta de correr por aqui. Veremos na corrida.

BRASIL - FORMULA UNO
Nico Rosberg em uma cena curiosa: Subindo para a reta principal com as residências ao fundo. Tem coisas que só vemos em São Paulo e seu atípico autódromo no meio da cidade.

liuzzi
A batida de Vitantonio Liuzzi no Q2. Para a torcida, o importante é ver o carro de perto, mesmo que destruído.

58664862
Safety-Car. O carro que mais vimos na pista durante todo o dia.

barricachuva2
Rubens Barrichello e sua primeira pole em 2009. A Itaipava, Batavo, TNT, MAPFRE e o Banco do Brasil agradecem.

58664987
Rubens comemora com a torcia brasileira presente e…

niverkimi
… Kimi Raikkonen comemora seu aniversário com seus futuros ex-companheiros da Ferrari. O finlandês fez 30 anos hoje e largara em 5º lugar.

barricapole
Parabéns a Barrichello. Uma pole merecida que da folego e motivação na luta pelo titulo. Dependendo do resultado da corrida, passa a ser o favorito ao titulo mesmo que chegue a Abu Dhabi em segundo na tabela.

58665014
Sutil em terceiro lugar, Barrichello em primeiro e Webber em segundo. Esse são os 3 melhores colocados do GP Brasil de 2009.

grid
Grid de largada completo para o GP Brasil 2009. Curiosidade é que a volta mais rapida desse final de semana, foi realmente a do pole position. Caso raro desde que o sistema de classificação em 3 partes passou a ser considerado.


Créditos de Imagens:
Álbum de fotos da UOL, Globo.com e F1.com.

++

5 comentários:

Renan disse...

Rubinhoo, é hoje heimm...

muita sorte pra ele... e excelente matéria ;D

abraçoo

Cláudio Souza disse...

ahuahuahauhua
poxa Cataldo, toda vez que vejo o comercial da TNT me lembro de vc e do Nicky Fry... huahuahua

abs

Gustavo Rocha disse...

Excelente post! Agora é só o Rubinho fazer a parte dele... assim como o Button (de sair da corrida)!

Abs

Anônimo disse...

Agora é torcer pro Rubinho fazer uma boa corrida e tentar dar uma secada no Button para, se possível, ele não pontuar hoje e levar a decisão pra Abu Dhabi.

Lucas Amadeu disse...

Você comentou a diferença da emoção da torcida em Interlagos, em relação a outros circuitos. No futebol isso é óbvio, fundamental. No entanto, me pergunto até que ponto essa vibração é sentida pelos pilotos da F1, dentro do carro, de capacete, cercado por fones e equipamentos eletrônicos de todo o tipo. Pelo visto, se é que sentem mesmo, não está sendo bom - pelo menos não para os pilotos brasileiros! hahaha