terça-feira, 20 de outubro de 2009

Finalmente um Japonês Voador?


Bom, o Jenson Button foi o campeão, más eu, gostei mesmo foi do japonês!!!


¡Hola Hermanos!

Passado toda a empolgação do GP Brasil, todo oba-oba criado pela nossa "querida" emissora com ajuda do nosso "querido" narrador oficial, nenhuma novidade nos resultados finais. Rubens Barrichello, pela 17º vez, não conseguiu vencer no Brasil, Jenson Button conseguiu finalmente o título mundial, depois de um inicio arrasador, Lewis Hamilton fez uma boa corrida, e teve um estreante na Toyota... que ultrapassou o atual campeão mundial, dificultou sua vida por mais de 10 voltas, não tomou conhecimento de quem vinha tentar ultrapassá-lo, disputou o S do Senna lado a lado com quem quisesse, e ultrapassou de maneira arrojada o compatriota Kazuki Nakajima e depois, fechou a porta descaradamente, porém como antigamente, a porta do mesmo Kazuki que saiu da corrida.

Olha, eu poderia estar aproveitando este espaço e escrevendo a historinha do Jenson Button, que fez N corridas, conseguiu X vitórias, Z poles ou algo do tipo, poderia estar escrevendo sobre a Brawn, que, merecidamente conseguiu o título de construtores, más, isso, nós estamos até cansados de ler em outros sites, eu vou dizer com ultra-sinceridade, neste GP do Brasil eu gostei mesmo foi do Kamui Kobayashi!!!




Acompanho F1 desde 1990, e graças a Deus, tenho assistido a todos os GPs salvo algumas exceções pois ninguém é de ferro....hehehe más, apenas duas vezes me surpreendi com estréias como a deste arrojado japonês.

Um foi um tal alemãozinho chamado Michael Schumacher, que nos treinos, num tempo que tinham mais de 24 carros no grid, conseguiu largar em 7º, não fez nada na corrida, más os comentários naquela época eram, como esse alemãozinho que nunca tinha corrido de F1 já chega sendo mais rápido que muita gente? e na outra corrida, já estava dando trabalho ao tricampeão e companheiro de equipe - Nélson Piquet.
E outra surpreendente porém já esperada estréia foi do Jacques Villeneuve na Williams em 1996 quando quase venceu em sua estréia, se não fosse pela traição do seu motor.

Podemos citar também o Juan Pablo Montoya, que em 2001, na sua 3a corrida na Fórmula 1, fez uma ultrapassagem "cala-boca" no então tricampeão Michael Schumacher, e espantou o mundo ao liderar quase a corrida toda e ser abalroado por Jos Verstappen e perder a corrida. Más, nesta corrida, Montoya ultrapassou o alemão e liderou com folga, e nada mais. Claro, foi muito mas não teve um "show" à parte.

Mas este japonês foi além, não teve uma pessoa que tenha assistido ao GP que não tenha elogiado Kamui Kobayashi. Seu desempenho foi ímpar, e nos fez sentir um pouco a nostalgia de quando os pilotos eram destemidos, fechavam a porta na cara dura, ultrapassavam de maneira arrojada sem avisar e davam literalmente um show à parte. É difícil dizer que não tenhamos ficado espantados com a audácia desse "moleque" que nasceu em 1986 na cidade de Amagasaki.




Torço para que ele consiga um lugar na Fórmula 1 em 2010. Ele pode até entrar na normalidade como a maioria dos pilotos caem quando a pressão aparece, porém, vou assistir a primeira corrida querendo ver o japonês pilotar, pois, coisa boa pode vir.
Kamui demonstrou em Interlagos arrojo, determinação, personalidade, regularidade e coragem. Adjetivos difíceis de encontrar em só piloto hoje em dia.
Normalmente, quando um piloto bom estréia, os outros criticam, e li que alguns o criticaram, e isso é bom índicio...

Olha, eu posso até estar exagerando, mas quero deixar expresso minha imensa alegria e surpresa com este garoto, que conseguiu, roubar o espaço do campeão mundial no nosso blog!!!

Terminando...

O Kamui pode virar um novo Takuma Sato, um novo Nakajima ( pode escolher entre pai e filho pois os dois se equivalem ), ou até um Yuji Ide, más nesse GP Brasil de 2009, na minha opinião, a sensação foi KAMUI KOBAYASHI !!!


Será que vai dar trabalho esse garoto?

Arigatô Kamui !


¡Hasta la Vista!

 Video do Kamui Kobayashi :






4 comentários:

F-1 A.L.C. disse...

foi, sem dúvida, a vedette da corrida: consegiu segurar o campeão por 16 voltas, e depois continuou demostrando muita habilidade e coragem.

desde agora, sou fan de carteirinha do japa, e espero que tenha vaga garantida, a TOYOTA não pode desperdiçar tanta habilidade

Stéfano disse...

esse guri veio p ficar e tem talento faz tempo q a gente ñ ve um piloto tão arrojado quanto ele,pois era sua estreia e ele na com arrojo parou o campeão buton disputou freada a freada e mostrou ser agressivo, é bom as esquipes meterem o olho nesse japones, por causa dele a corrida teve mais emoção!

Raphael Mesquita Siqueira disse...

Cedo demais para falar alguma coisa, mas demonstrou personalidade. Dos que eu vi, o Sato ainda foi o melhor japa.

Bruno B. disse...

Concordo com o Rapha... O Sato por enquanto é o melhor... e tem o seguinte: uma coisa é saber que você está correndo como "tampão" (0 de pressão). Quero ver quando tiver obrigação de pontuar.