quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Race of Champions 2010

Um Puto Valente

Filipe Albuquerque, jovem talento português.

Antes de qualquer piada a respeito, "puto" em Portugal significa garoto, e existe no hino português um refrão com os dizeres "nação valente e imortal..", e desta forma enquadramos Filipe Albuquerque, 25 anos, um valente que enfrentou sem medo pilotos de respeito no ROC 2010 e os venceu de forma surpreendente.

Nascido em Coimbra no dia 13 de Julho de 1985, Filipe Miguel Delgadinho Albuquerque inicou no kartismo aos 13 anos por puro lazer. Mas como sempre, a brincadeira acabou ficando séria e o talento do "puto" começou a despontar.

Filipe disputou a World Series by Renault pela equipe Epsilon Euskadi em 2007.

O jovem português ganhou 2 títulos nacionais de kart, sendo graduado na F3 espanhola em 2005. Filipe permaneceu nas fórmulas base e conseguiu um 6o lugar na F3 espanhola, 5o na F-Renault Européia e 3o na F3 alemã. Em 2007 o português disputou a World Series by Renault sendo patrocinado pela Red Bull Corp. Atualmente ele tem disputado etapas da GP2 e correu na A1 GP na equipe portuguesa, conseguindo alguns bons resultados.

Na edição 2010 da ROC, Filipe pilotou em parceria com seu compatriota Alvaro Parente, a equipe de Portugal. Na Copa das Nações, empatou em 1 a 1 com a Inglaterra de Andy Priaulx e Jason Plato, novo empate contra a equipe nórdica de Tom Kristensen e Heikki Kovalainen e perderam para a lendária equipe francesa que contava com o tetracampeão mundial de F1 Alain Prost e o heptcampeão mundial de Rali Sebastian Löeb.

Filipe tambem tem passagens pela DTM.

No entanto, a valentia do "puto" veio nas disputas piloto vs. piloto. Na 1a fase, Filipe venceu os americanos Tanner Foust e Carl Edwards e perdeu para o alemão Sebastian Vettel. Classificado para o "mata-a-mata", Filipe mostrou ser um piloto de chegada ao vencer seu compatriota Alvaro Parente nas oitavas, calou o estádio em Dusseldorf ao vencer Sebastian Vettel e surpreendeu o mundo ao bater o lendário Sebastian Löeb na final.

 Eliminado na Copa das Nações na 1a fase...

...Filipe deu a volta por cima nas disputas piloto-a-piloto.

O Titulo da ROC 2010 é de Portugal!

Pela primeira vez em toda a história do automobilismo português, um piloto "das quinas" conseguiu um título com importância mundial.

Na Fórmula 1, o único piloto português que mais se aproximou da vitória foi Tiago Monteiro, que conseguiu um pódio com o 3o lugar obtido no GP dos Estados Unidos de 2005, naquele GP vergonhoso aonde os carros equipados com pneus Michelin não largaram por falta de segurança nos compostos.

Fanático por futebol e torcedor do Sporting Lisboa, Filipe espera ter a mesma sorte que Heikki Kovalainen, que depois de vencer o ROC 2004, conseguiu seu lugar na Fórmula 1.

Melhores Momentos da ROC 2010.

Filipe Alburquerque em números
Títulos:
2006 - Campeão da F-Renault Eurocup
2006 - Campeão da F-Renaut NEC
2010 - Campeão da ROC 2010




4 comentários:

Anônimo disse...

Muito legal a matéria. Sem dúvida ele terá futuro! rsrsrs...
Abraço.

R. Menegueli disse...

puto mandando bem... é raro no automobilismo...

(perdão pelo trocadilho)

fantástico... que desponte!

abraços!

F-1 A.L.C. disse...

puto mesmo! bem, é disso que precissamos. tou imaginando a gente torcendo pro puto daqui uns anos na F1. e se vingar, vai ensinar aos brasileiros que puto não recebe ordem pra deixar pasar não

Raphael Mesquita Siqueira disse...

Legal hein.
Infelizmente, dificilmente ele chega na F1. A não ser que algum grupo de empresários portugueses resolva juntar bilhões e de para alguma equipe que tenha uma vaga aberta. Uma pena, esse era um puto que eu gostaria de ver na F1. Esse quando senta o "cú" (que é bunda em portugal) no cockpit manda muito bem.