quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Semelhanças e Diferenças

Ayrton e Bruno Senna possuem diferenças profundas em suas vidas no automobilismo



Um foi...





Tricampeão Mundial de Fórmula 1
Multi campeão no kartismo
Campeão e recordista da Fórmula 3 Inglesa
Maior recordista de vitórias no GP de Monte Carlo
Por 12 anos foi o recordista de poles na Formula 1
Maior talento brasileiro no automobilismo mundial
Mito considerado o melhor piloto de todos os tempos
É ídolo confesso de vários pilotos, inclusive Michael Schumacher


O outro é ....





Vice-campeão da GP2
5 anos de experiência no automobilismo sendo que 2009 foi perdido
Pouca experiência no kartismo
Disputas em fórmulas menores
Testes bons na ex-equipe Honda
Vitória maiúscula no GP de Mônaco da GP2
Confirmado como piloto oficial da Campos Meta F1 para 2010.






Ayrton e Bruno em momentos semelhantes


Verificamos que as diferenças racionais entre Ayrton e Bruno são enormes e que é impossível à comparação entre os dois.




Mas, o que iremos ver na próxima temporada será uma grande expectativa em torno do garoto, que não é tão garoto assim, por carregar um sobrenome que tem o peso do planeta Júpiter. SENNA.


Em 1995, Rubens Barrichello não suportou a pressão por ser aclamado pela mídia nacional e por si próprio como o substituto de Ayrton Senna. Seu carro e habilidade não condiziam com a expectativa gerada e claro, o brasileiro teve sua carreira marcada por polemicas e falta de reconhecimento interno.


A Entrevista dada por Bruno Senna à revista VEJA domingo passado foi forte e demonstrou um homem de extrema personalidade. Não titubeou ao dizer que não possui ídolos no esporte, mesmo sendo sobrinho da maior lenda do automobilismo brasileiro, e afirmou que o lendário tio é apenas uma referencia. Certíssimo. Assim Bruno, está tentando, o que vai ser difícil, tirar a sombra do tio famoso e tentar firmar a carreira como Bruno, mas ele mesmo admite, o sobrenome ajudou e muito.


O que seria do Bruno, se seu nome de guerra fosse: Bruno Lalli? Talvez nem na GP2 teria chegado, não desmerecendo o talento natural do brasileiro mas o vácuo deixado por Ayrton Senna, morto tragicamente, ainda ecoa nas mentes de quem é envolvido com o automobilismo.


Ver o nome SENNA de volta a Fórmula 1 mexe com muitos sentimentos. Os brasileiros, em sua grande maioria, irão querer ver se o “novo SENNA” é igual aquele que morreu quase 20 anos atrás. Lá fora, todos verificarão o quão bom é esse novo SENNA.




Ayrton, aos 34 anos


A experiência com o “novo Piquet” talvez já tenha calejado boa parta da mídia internacional, mas a brasileira não. Ufanista e pseudopatriota, a mídia nacional tentara forçar a barra e vender que esse SENNA é como aquele de 20 anos atrás.



Mas, por favor, trataremos Bruno Senna como Bruno Lalli. O homem de 26 anos estreará na Formula 1 relativamente tarde, assim como aconteceu com Damon Hill, e não terá um carro competitivo. Sua equipe é novata e o período será de aprendizado.


Bruno sofrerá muito, pois sua falta de experiência no automobilismo, com certeza, será sentida. Vendo que, em 1994 ele parou com os karts por causa da morte do tio famoso, Bruno apenas voltou a correr em 2004, e digamos que ele tem 10 anos de “desvantagem” para os demais.


Será uma estréia como as demais. Bruno precisará ser tratado como Felipe Massa foi, Enrique Bernoldi foi, Luciano Burti foi, Ricardo Zonta foi, Cristiano da Matta foi em suas estréias na Fórmula 1.




Bruno, aos 25 anos


Agora, se for tratado como Ayrton Senna e ele, o que parece que não vai acontecer, entrar no embalo da mídia e do encanto do povo pelo sobrenome estelar, será meio passo para o fracasso.


Acredito muito no talento do Bruno Senna, e tenho certeza que ele fará uma boa carreira na Formula 1, mas nada de excepcional. Bruno, em sua curta carreira, demonstrou ser um piloto bom e rápido mas nada estelar.


Teremos que trata – lo nesse começo de carreira na Formula 1 como Bruno Lalli, e se realmente ele vingar, vencer, disputar títulos e ser um campeão, ai sim, o trataremos como um Bruno SENNA.



Tio e Sobrinho, o destino fez um seguir os passos do outro

3 comentários:

Fernando Cataldo disse...

Chegar na F1 é facil... e mais facil ainda com um nome desse peso... o dificil vai ser manter-se por la uma vez que ja vimos o muito menos brilhante da familia piquet ser comido vivo pela categoria...

enfim, boa sorte ao Bruno.

Mundo F1 disse...

Nuevo BLOG de Formula 1 con Noticias, Fotos, Videos, Historia ECT.
Te esperamos que nos visite siempre y que nos comente.

avisame asi te coloco en mis --> Paginas Amigas <--

Contacto Bruno_Tarulli@live.com.ar o Mundof1@hotmail.com

Un saludo desde Buenos Aires en Argentina !

Chau !

Pit Stop Formula 1 - BLOG Argentino de F1

http://pitstop-f1.blogspot.com/

Antonio Fernando disse...

Acho que o Bruno vai fazer um bom campeonato. mas tem que ter cuidado em lidar com a mídia, que vai fazer comparações com certeza.
cabeça fria Bruno, é o que espero, para vc fazer um bom 2010.